Eu quero que dê certo, mas...

domingo, 28 de novembro de 2010

Rio de Novembro

O fracasso no combate ao tráfico é um atestado de falência do Estado. Portanto a operação é, antes de tudo, auto-afirmação...é o Estado tentando mostrar-se viável.

A operação é nitidamente motivada pelo risco do Estado perder a Copa de 2014. Assim a "operação de paz" é movida pelo capital.

Portanto, como disse o outro, isso não é uma luta do bem contra o mal. É uma luta do mal contra o mal.


hugo theophilo

9 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

que seja movido pelo capital, afinal, vivemos num mundo capitalista e usufruimos das beneses do sistema, o que o rio não aquenta mais é a guerra do tráfigo. o mal do estado é menos mal que o mal dos traficantes.

Hugo Lucena Theophilo disse...

Fiz uma pequena alteração pq a palavra "operação" aparecia 359 vezes...rsrs...mas é besteira. Só avisando. bjo.

luciana-fernandes4 disse...

Sempre me sinto uma estranha quando ouço alguém de certa maneira criticando o sistema capitalista porque não considero tal sistema tão responsável por todos os problemas sociais existentes em nosso mundo.
Sei o quanto o que acabo de escrever não é nada politicamente correto, mas siceramente, não estou preocupada em parecer correta!
Vou explicar porque não considero o capitalismo um dos maiores vilões do nosso tempo.
Vamos analisar alguns dos países socialistas: China, Cuba e Coréia do Norte. Como sabemos a China é a segunda maior economia do mundo, membro permanente da ONU, detentor de poderosas armas nucleares e nada adepto dos direitos humanos. Incoerente! A economia de Cuba cresce desde 2006 de 11% a 12,5 ao ano, a qualidade da educação e da saúde é inquestionável, porém em 2006 havia cerca de 80.000 mil pessoas presas por questões políticas. Socialismo que se impõe por meio da força. Tão horrível quanto as desigualdades provocadas pelo capitalismo. Bom vamos lá, a Coréia do Norte depende de doações de alimentos que vêm da China e Coréia do Sul (perigoso), o acesso à informação é controlado pelo governo e o respeito aos direitos básicos como liberdade de pensamento e expressão não existem. Então, o que o socialismo tem de bom...A saúde e a educação de Cuba....fico com todo o restante que o capitalismo é capaz de oferecer, como a liberdade de cada indivíduo buscar seu crescimento.
Alguns dirão que nunca haverá oportunidades para todos e que por mais que uma pessoa busque com todas as suas forças esse crescimento nunca todos alcançaram o mesmo nível econômico. Para esses eu diria: Tente dividir todas as riquezas do mundo e veja o que acontecerá dentre alguns poucos meses ou pesquise o que aconteceu com alguns que ganharam fortunas.
Tudo isso para dizer que o "terror Rio de Janeiro", não é, ao meu ver, o reflexo do malvado capitalista, mas o resultado do descasso! Da pouca importância que o governo deste país dá à educação. Isso não é culpa do capitalismo ou da falta de recursos, mas da ausência de ética dos nossos governantes que, por sinal são escolhidos pela mesma população que não recebeu educação de qualidade. Resultado: Mais de um milhão de eleitores passam merda pelo corpo para brincar com a democracia ou para protestar. Burrice...NÃO, falta de educação!
Escrevam se nada for feito para cuidar do futuros capitalistas que estão crescendo nos morros cariocas, daqui a duas décadas o BOPE, a marinha, as forças de segurança, etc precisaram invadir novos morros para acabar com os novos traficantes que um dia foram inocentes capitalistas!
Luciana Fernandes.

Eder Barbosa de Melo disse...

Eu fiquei me questionando, por que deixar a coisa chegar nesse nível para tomar esse tipo de atitude, e por que só agora agir dessa forma enérgica, essa foi uma das respostas, mas sinto que essa história está só começando... Tenho uma irmã que mora na Penha, a gente aqui no Nordeste fica tenso, oremos pelo Rio.

Amana disse...

mas depois da copa, vem as olimpíadas. quem sabe se de evento em evento a gente não chega lá? haha

p.s.: amei o novo layout! ;)

Hugo Lucena Theophilo disse...

"...vivemos num mundo capitalista e usufruímos das benesses do sistema" é precisamente esse um dos males. O benefício de uns implica na desgraça de outros. Você disse bem: é a escolha pelo mal menor.

João Carlos disse...

Olha...

Mudei par o Rio dois anos atrás, deixando minha "cidade maravilhosa" para trás (SP).

Neste tempo que estou aqui, sempre presenciei a desconfiança da população em relação à polícia e aos governantes.

Desta vez, vejo que todos compraram a briga, todos estão confiantes de que "agora vai".

Não me importo se Sérgio Cabral use isso para se candidatar a presidência da república, se o nojento do Eduardo Paes use isso para se candidatar à Papa.

Obviamente o grande interesse é em relação à imagem do Rio de Janeiro no cenário mundial, visando Copa do Mundo e Olimpíadas...

Mas que seja! Estava na hora de dar um BASTA!

Como diz o filósofo Tiririca: "Antes late do que never!"

P.S: O clima espiritual da cidade estranhamente mudou em uma semana, está mais leve.

Creiam!

Hugo Lucena Theophilo disse...

Hoje o Ed René Kivitz sugeriu a leitura desse texto em seu twitter http://tinyurl.com/2e3cugm

É uma abordagem ampla e bem diferente da superficialidade com que a imprensa trata o assunto.

O texto é de Luiz Eduardo Soares.

Leitura necessária.

abraço

René disse...

Dri,

Esse é o nosso mano Hugo: precisão cirúrgica!!

Particularmente, penso que luta de mal contra mal resulta em maquiagem! Quer dizer, melhora a aparência, mas não resolve o problema.

As comunidades carentes vão continuar carentes de educação, saúde, trabalho, creches, infra-estrutura... Com isto, as famílias continuarão se implodindo, buscando "soluções" erradas, desconhecendo limites, voltando a alimentar o tráfico, que vai achar lugar pra marcar território.

Aliás, o desconhecimento de limites tem afetado todas as classes sociais.

Abração e Paz!

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB