Simples assim

quinta-feira, 27 de maio de 2010


Sal pra si


O sal da terra é o amor
Mas quando o amor é só pra si
É quando o sal perde o sabor
O amor que salga é caridade
O sal pra si é só vaidade

hugo




http://hugotheophilo.blogspot.com/

5 comentários:

René disse...

Amada Adriana,

Cada vez mais, fico convencido de que a perfeição está na simplicidade!

Que a Paz do Senhor Jesus continue com você, sua família e seus leitores!

Cláudio Nunes Horácio disse...

Assino embaixo só pra variar kkkk. bj

João Carlos disse...

"Esse" é "daqueles" que não dá pra comentar...

É pra ficar ruminando, digerindo lentamente...

Muito bom!

Hugo Lucena Theophilo disse...

Eita como foi rápido...rs

Regina Farias disse...

Pois é, minha irmã!

Simples assim...

E do lado "de fora"!

E na medida, pra não alterar o sabor.

Sal pra si que é só vaidade é "do lado de dentro".

O sal do si-mesmo faz tanto mal que causa doenças tão sinistras no próprio "si-mesmo" de tal maneira que contamina a muitos.

Beijos,

R.

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB