NOSSA PASCOA

quinta-feira, 1 de abril de 2010



Sempre que chega esta chamada "semana santa", faço uma releitura dos últimos dias do meu Senhor, Jesus de Nazaré, narrados nos evangelhos.



Mateus, Marcos, Lucas e João usam lentes diferentes para descrever os mesmos episódios, digo, as cenas secundárias do momento apoteótico da crucificação e em seguida da ressurreição do Senhor.



São muitos os detalhes e, cada um deles merecem observações de acordo com a percepção de quem lê.



Já fiz estes exercícios muitas vezes ao longo destes anos que leio as Escrituras Sagradas e, tento usar lentes diferentes para observar e ganhar as percepções mais variadas, sobre as circunstancias daqueles últimos dias de Jesus, o Cristo de Deus.



Gosto, na verdade, impacta-me os títulos que são dados a Jesus, enquanto vamos lendo as narrativas dos evangelistas.



Esta semana, pensando nestes títulos e, claro, mais que os títulos, o que de fato o Senhor é, emocionei-me imaginando os passos dEle ao lado dos amigos, discípulos e seguidores distantes.



Imaginei a Eternidade e, um instante em que a Trindade Eterna conclui um acordo que implicava em, Um desceria e viraria gente e seria o Redentor da humanidade.



O Trio do Amor decidiu que o Filho, a Segunda Pessoa da Trindade Santa, encarnaria e, isto se daria do modo mais comum, isto é, se contentaria em ser formado como homem a partir do útero de uma mulher.



Nascer, crescer, ser formado homem na companhia de uma família de humanos simples.



O Rei dos reis crescendo numa carpintaria.



O Príncipe da Paz sendo levado pelas mãos ao templo e a todos os lugares onde seus pais o levava.



O Amado do Céu sendo batizado pelo primo ermitão.



O Maravilhoso Conselheiro sendo inquirido, interrogado desde os primeiros dias do seu ministério.



O Pai da Eternidade limitado ao corpo de um humano e ao espaço insignificante dos humanos.



O Justo sendo o tempo todo questionado e percebendo duvidas até entre os seus melhores amigos.



E, a medida que a plenitude do tempo chegou, a Verdade Eterna se curva e lava os pés dos amigos que, a partir daquela noite viveriam as piores complexidades de alma e se tornariam, traidores, duvidosos, temerosos e carregados de pavor.



A Vida seria presa por soldados cruéis sob os olhares apáticos e medrosos dos amigos.



A Pedra de Esquina seria interrogada e julgada culpada.



A Agua da Vida receberia cusparadas, murros e bofetões e vinagre pra beber.



O Santo de Israel, o Rei dos reis, o Pão da Vida carregaria pelas ruas de Jerusalém a Cruz e levaria sobre si, o pecado de todo mundo.



O Alpha, O Omega, o Cordeiro Eterno, o nosso Mediador se entregaria e escandalosamente morreria pendurado na Cruz.



O Verbo Divino seria sepultado e tido como morto definitivamente.



Ninguém a não ser Ele, o Caminho, sabia que ressuscitaria.



E pra desgraça eterna do inferno e todos os seus moradores, mas, para nossa eterna felicidade Jesus, o Cristo de Deus ressuscitou.



O Seu próprio Poder fez com que saísse e deixasse o túmulo vazio para sempre.



Apareceu aos amigos e a muitos.



Subiu aos Céus e está assentado a destra do Pai.



E, como prometeu, virá outra vez e nós o celebraremos e ai, cantaremos uma canção ou muitas canções.



Talvez uma delas será esta, FORMOSO ÉS, AMADO MEU. TU ÉS A FONTE DA MINHA VIDA E O DESEJO DO MEU CORAÇÃO.



Formoso És:

Em meu coração há uma canção
Que demonstra minha paixão
Para meu Rei e meu Senhor
Para aquele que me amou

Formoso és, meu Senhor
Formoso és tu, amado Deus
Tu és a fonte da minha vida
E o desejo do meu coração


Feliz Pascoa.



Graça, paz & todo bem a você, sua família e os seus queridos todos.



Bjs.



Carlos Bregantim
Caminho da Graça
Estação São Paulo



Blog: Graça & Cia e Radio
http://www.gracaecia.blogspot.com/

Nossa TV:
VEM E VÊ TV -

http://www.vemevetv.com.br/












6 comentários:

João Carlos disse...

Deliciosa viagem feita com maestria, pinçando os principais eventos da vida de nosso Senhor Jesus Cristo entrelaçando com os diversos títulos dados a Ele.

Boa Páscoa querida, a você e a todos os seus amados!

JC

Leny Brito disse...

Olá!
ótimo texto e que a ressurreição seja encarnada em nossos corações.

bjos

Levi Bronzeado disse...

Prezada Adriana


Quero aqui agradecer a sua passagem e o seu comentário no "Ensaios & Prosas", que muito me honraram.

Espero que apareça mais vezes.

Ficarei lhe seguindo, pois gostei da linha editorial do seu blog.


Saudações fraternas,


Levi B. Santos

Pastoragente disse...

Graça e paz! Vi vc no blog da minha irmã e vim te conhecer.
Tive uma grata surpresa, pois é muito boa sua iniciativa.
Já estou seguindo.
Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas, experiências ministeriais e pessoais de uma mulher simples como eu.
Fique na paz e que o Senhor abençôe você e toda sua família.
Abração!!!

Crislaine disse...

Olá graça e paz!

Fico feliz em ver mais um blog cristão, espalhando a palavra
de Deus, estou passando para te visitar, e dizer que seu blog
está sendo uma bênção em nossa blogosfera cristã, já estou te
seguindo.

Faça-me uma visitinha e aproveite para participar do
Sorteio do livro: TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS POR TIM LAHAYE

Crislaine

Abraços

blog disse...

Olá graça e paz!

Fico feliz em ver mais um blog cristão, espalhando a palavra
de Deus, estou passando para te visitar, e dizer que seu blog
está sendo uma bênção em nossa blogosfera cristã, já estou te
seguindo.

Faça-me uma visitinha e aproveite para participar do
Sorteio do livro: TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS POR TIM LAHAYE

Crislaine

Abraços

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB