UMA MARCA

terça-feira, 23 de março de 2010



Hoje me propus a acompanhar noticias a respeito do julgamento do casal Nardoni, acusado pela morte da menina Isabella.

Não gosto de televisão e nem do que é feito por ela e através dela. Não me permito ser aprisionada pelo sencionalismo midiatico feito sobre este caso e outros que chamam atenção do grande público, por conta disto, já foi um grande sacrifício "parar" para ver o circo montado.

Preciso dizer que não consegui.

Quando vi o rosto da mãe que está em luto não pude conter minhas lágrimas, revivi o sentimento que me tomou em Março de 2008 quando acompanhei o caso.

Tenho para mim, que ficou uma marca de identificação. Sou mãe e entendo que existe dores e dores, perdas e perdas.

Creio que não existe quantidade suficiente de lágrimas que expressem o que aquela jovem passou, nem tão pouco minhas lágrimas se comparam as dela, mas choro.

Orei pela vida dela em Março, oro hoje.

4 comentários:

Cláudio Nunes Horácio disse...

Te entendo perfeitamente e concordo com tudo o que disse. Não há palavras para expressar uma perda dessas. Oro por ela, pela verdade, pelo consolo do Espírito sobre ela. Só Deus e os envolvidos sabem toda a verdade dos fatos que ocorreram no interior daquele apartamento, mas uma coisa é certo, no último dia todos saberemos e até mesmo os assassinos dela ficarão satisfeitos com o veredicto final.

Ana claudia Stelet Moreno da Silva disse...

Olá! Graça e Paz. Passando para conhecer seu espaço. Gostei dos conteúdos, benção pura. Uma semana de graça multiplicada pra vc e se quiser nos visitar será uma alegria.
blogdamulhercrist.blogspot.com

João Carlos disse...

Oi querida!

Estava pensando em escrever algo sobre o caso, focando o lado de sinceramente querer que o pai e a madrasta não fossem os culpados pelo crime, simplesmente pelo fato de continuar querendo que este tipo de absurdo não fosse sequer possível de ser pensado pelos pais...

Como eu quero que nos 12, 13 minutos que eles se ausentaram realmente tenha entrado alguém e feito aquela atrocidade com a Isabella...

Me dói crer que quem gerou tenha tirado a vida dela!

Mas, se infelizmente tenha sido isso mesmo (e todas as evidências apontam pra isso), que se faça a justiça, e que Deus tenha misericórdia de todos, TODOS...

Beijo e obrigado pela visita e comentários em meu blog.

JC

Leny Brito disse...

Hoje mesmo estava comentando como o ser humano pode chegar a esse ponto: tirar a vida do outro!
Muito triste esse fato.

Seu blog é bem interessante, dpois virei mais vezes rsrs
abraços

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB