O STJ aprovou, o que muda em sua vida?

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Leia Aqui     opiniões que considero relevantes





Na minha vida nada muda, não entendo que o futuro da familia esta  definitivamente prejudicado, sentenciado ao fracasso e a  devassidão. Calma lá, de minha familia cuido eu, jamais um escola ou qualquer outra instituição será a portadora da educação e dos principios que considero relevantes para boa formação dos meus filhos, eles saem de casa sabendo,  as informações disponibilizadas nos vários ambientes que frequentam serão analisadas e eles chegarão a uma conclusão. A tolerância é a coluna mestra. É assim que é, e deveria ser com todo núcleo familiar.
Não, cuidar destas questão não fomentará a febre gay, fique tranquilo(a), não estamos falando de conjuntivite, gripe ou de pereba, estamos falando de legislação.
Sim, existem extremistas de ambos os lados e nenhum deles embanham a bandeira do dialogo reconciliatório, a  ponderação não está em pauta. Assim caminha a humanidade, não há novidade nestas expressões de manipulação da opinião publica e na vontade de alguns de massificar suas ideologias. Cada grupo tem seus expoentes e seus seguidores contumazes. Assim o homem é.
Um dia o nazismo fez todo sentido para uma parcela consideravel da Alemanha.
 Nesta questão especifica, contudo, temo que estejamos esgasgando com mosquito e engolindo camelos, usando, com total falta de parcimonia, nossa energia em questões institucionias basicas que não deveriam tirar o sono de ninguém e que ao meu ver deveriam estimular o dialogo entre a sociedade sem ocorrer alarde, a união estável de casais homossexuais é fato e nós precisamos nos  posicionar a respeito, também através de leis. Fazem uma prato indigesto com a lei que proteje o cidadão, religião e a politica, um verdaderia farofa de ornitorrinco.
A votação sobre o codigo florestal não movimenta os grupos religiosos e isto diz muito sobre a prioridade no sinédrio.
Alguns temem a ditadura gay, mordaça gay e demais acessórios fashion conspiracionistas, eu não, tenho um Senhor que está acima de tudo. A quem temerei? Só há peleja na cabeça do brucutu, o pacificador só vê ambiência para a paz.
Na Holanda, por exemplo, leis como estas já são antigas e não ocorreu nenhum desastre social, óbvio.
 Holanda é Holanda, Brasil é Brasil, concordo, mas estamos nos primeiros passos como democracia que pretende cuidar de todos.
No mais a lei que vale além das outras é a do amor, o que vem a reboque faz parte do show humano, minha única missão e dever é falar que Deus em Jesus se reconciliou com o homem, dar água a quem tem sede, pão para quem tem fome, lavar os pés de todos e por ai vai, não resta muito para babaquices.


Adriana

8 comentários:

Anônimo disse...

Concordo em gênero e número.

Cláudio Nunes Horácio disse...

Perfeito! Abraços reverentes.

René disse...

Dri,

Como não poderia deixar de ser, você expressou a verdade que interessa a todos nós que nos declaramos seguidores de Jesus: o que importa, realmente, é o amor com que nos amamos uns aos outros, independentemente do "pecado" que cada um manifesta! Se há pecado, há um Espírito que nos convence disto e que também nos purifica de todo pecado. E isto não é prerrogativa de Fulano ou de Beltrano, mas de todo aquele que quer, de coração, se reconciliar com o Deus Pai e Criador!

Forte abraço e Paz!

Regina Farias disse...

Dri,

Mandou bem!

Assino embaixo.

bj

flavia disse...

Acredito que tudo que vemos hoje SEMPRE existiu! Que palhaçada é essa de ficar com medinho do que já está definido há muito tempo?

Como você bem disse, o que o Supremo definiu, ou concordou, é em relação a algo que não invadirá a minha casa.

Sou parente de homossexuais, embora frequentem minha casa (e não a invadem com suas ideologias...) e eu a deles, não temo pelo 'desvio' de meus filhos, já que, como você bem disse, educação vem de berço... e berço fica dentro da MINHA casa!

Beijão Drí!

Luciana Fernandes disse...

Oi Dri!
Gostaria de conseguir compreender o que está acontecendo com a balança da igualdade e do equilibrio em nossa Justiça? Quando e onde perdemos o entendimento do princípio da igualdade?
Por mais que me esforce, não encontro a explicação para uma discussão que, ao meu entender, não deveria existir.
Duas pessoas se amam, ressolvem em comum acordo dividir suas vidas e precisam lutar por direitos básicos e previstos em lei porque apresentam o mesmo gênero!?
Conceitos sociais idiotas, hipócritas e sufocantes têm a "incrível" capacidade de humilhar e magoar pessoas.
Infelizmente, falta muito para chegarmos longe dos ensinamentos do Mestre.
Beijo cheio de saudade,

Hugo Lucena Theophilo disse...

Os crentes coam o mosquito e se engasgam com o veado.

Conexão da Graça disse...

SEN-SA-CI-O-NAL!!! Hugo, o que mais sobrou para comentar se vc sintetizou em uma frase a questão.

Adriana, só agora vi esse texto, e faço coro com os demais acima.

Crente sofre de "síndrome de perseguição", e gosta de fazer um "carnavalzinho" para se mostrar espiritual.

Ótimo texto mana!

Um ABRAÇÃO,

Franklin

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB