CREIO - DEUS

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Deus. Quem é Deus? O que é Deus? Quem já o viu? Onde ele está? O que está fazendo?

Eu creio em Deus. Mas o que isso significa? Não sei, ou melhor, sei sem saber, pois o que sei em mim é pacificado mesmo que não saiba explicar a outros.

Eu creio em Deus, nome que para mim significa o Ser que é mais do que qualquer especulação, doutrina ou conceito sobre Ele mesmo.

Deus é o que É. E por ser o único que de fato É, só o Espírito conhece as profundezas de Deus, visto que tudo mais só o é em razão Daquele que É.

Como teólogo, pesquiso a única coisa que de fato é possível pesquisar e ainda com temor e tremor – o pensamento humano a respeito de Deus, o sentimento do homem em relação ao que lhe transcende, as experiências históricas da fé. Sei que Deus não pode ser mapeado, não pode ser perscrutado, Ele habita em luz inacessível, só Ele tem a imortalidade, e nenhum homem nunca o viu e nem pode ver.

O deus estudado é na verdade o deus forjado pelo homem, e uma vez estudado muito saberemos do ser que o forjou.

Deus é o Ser Outro que só se dá a conhecer por Sua auto-revelação, mas que misteriosamente está em tudo mesmo que nada O tenha, e tudo está Nele, pois fora Dele nada há.

De fato a razão humana limitada pelo espaço não pode compreender, só a Fé pode vislumbrar o que os olhos não vêem.

Como então posso crer num deus que criou todas as coisas por uma espécie de necessidade de companhia? Como posso crer num deus que não conseguindo a plena simpatia de suas criaturas as castiga com tormentos infinitos? Que espécie de deus é esse que trava uma batalha de amor e ódio com suas próprias criaturas?

Como posso crer num deus que o critério de sua escolha é algum capricho divino? Ou mesmo uma confissão religiosa? Num deus com estrema dificuldade em lidar com as pulsões sexuais humanas que ele mesmo criou?

Como posso crer num deus que cabe apenas dentro de certas doutrinas de certos grupos religiosos do mundo? Como posso crer num deus que tem poder para criar, mas é limitado quanto a salvar sua criação?

Como posso crer num deus que odeia tanto, a ponto de se satisfazer com a condenação de milhares que não fizeram certa confissão religiosa? Como posso crer num deus que só abençoa os homens mediante negociatas? Como posso crer num deus que se parece com a pior versão da humanidade.

Eu creio em Deus, creio que Ele É para além de toda essência e existência, portanto não fico mais atrás de “provas” a Seu respeito.

Toda minha linguagem a respeito Dele é apenas poética, pois de fato Deus não pode ser referível. Deus pode apenas ser crido, pois nem mesmo negado pode ser, pois como se nega o que não se sabe. Só a Fé pode existir para além de todo saber.

Por isso não me inquieto com os que negam deus, o deus negado por muitos eu também negaria. Não entro em nenhuma guerra apologética. O Deus que É não precisa de defensores, de advogados e nem de representantes.

O que então posso saber de Deus? Aquilo que Ele de Si revelou na História, na Humanidade, na Criação e de maneira singular na Palavra Encarnada. Sim! Em Jesus, que condensa a Criação, a Humanidade e a Palavra, porque Nele está a Reconciliação Universal, vemos o que Deus decidiu manifestar. E Nele vejo um Deus que pode ser referido por meio de uma só palavra – Amor.

Eu creio que Deus é Amor e Nele não há treva alguma. É por causa do Amor que creio que o Deus que É se “fez” para o homem e o homem para Si, e conduzirá todas as coisas para Si mesmo, quando Ele será tudo em todos de maneira manifesta.

“Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.” 1 Jo 4.16


Ivo Fernandes

5 comentários:

René disse...

Belíssimo texto, Dri!

Parabéns ao Ivo por escrevê-lo e a você por compartilhá-lo conosco aqui no seu blog. É pura Paz, puro descanso, entender a Palavra dessa maneira. Se os religiosos, pelo menos, se aproximassem disso...

Bj e Paz!

Regina Farias disse...

Dri,

Amei o texto!

A coisa mais maravilhosa do mundo é saber que Deus nos reconciliou com Ele, em Cristo.
E descansar. Simples assim.

Beijos,

Rê.

Maria Simone disse...

Seria ótimo mesmo! Já pensou?? Simplismente descansar porque afinal Jesus Cristo já derramou seu sangue mesmo não é???
Mas não é tão simples assim. Sabemos que tudo na vida exige esforços e dedicação, Sobretudo a vida eterna, com glória, no céu!
Amigas se não o fosse, por que haveria tantos escritos na biblia?? Se cremos através da biblia que Cristo, gerado no ventre de Maria, através do espírito Santo, fez-se carne e habitou entre nós, Por que não crermos naquilos que ele nos ensina e pede que façamos???
Porque é preciso que Jesus Cristo entre em nós para que nos desapegemos das coisas da terra. Com Cristo fica mais fácil.
Busquemos a Jesus Cristo. Só ele tem a água viva. (S. João 4)

Hugo Lucena Theophilo disse...

Maria Simone, "Ninguém é salvo pelos frutos que dá. Os frutos é que são dados pela salvação que se tem." Glênio Paranaguá.

Cláudio Nunes Horácio disse...

O Ivo é bênção pura, o Espírito nele distribuindo luz e dando sabedoria. Graça e bem.

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB