Livre, porém responsável

quinta-feira, 24 de junho de 2010


Doce loucura é amar a Deus.

Suave insanidade é se entregar a Cristo.

Seguro é caminhar com o Espírito....mas impactante é o contato de ser livre em Cristo.


Liberdade sempre assusta, mais aos outros do que quem é liberto... para quem é livre pesa a responsabilidade da liberdade.


Aos poucos descobrimos essa responsabilidade como sendo a grande conselheira de nosso caráter. É através dela que conseguimos nos moldar em alguma semelhança a Cristo.


Certo, eu sei, e já estou careca de saber que a verdadeira semelhança virá realmente na Glória, mas sei também, e você também sabe, que nosso esforço e empenho em sermos verdadeiramente livres em Cristo e moldados a ELE, nos fará , e nos faz, bem melhores do que sempre fomos (isso se algum dia fomos).


Somente quando conseguimos entender essa responsabilidade desfrutamos verdadeiramente da liberdade a nós dada gratuitamente na Cruz.


Para complicar ainda mais , é essa responsabilidade de ser livre, e não somente liberto, que nos faz caminhar na verdadeira Graça de Cristo...e se não conseguimos entender isso na prática não experimentaremos a Graça, e seremos mais uma vez dominados pela Lei Mosaica ou outra qualquer.


Livres.

Leves.

Completos.

Verdadeiros...mas responsáveis pelo que representamos, responsáveis pelo que fazemos, responsáveis pelo que lutamos, responsáveis pela verdadeira Graça sendo vertida de nossos corações.


Agraciados pela liberdade de Cristo, sejamos então responsáveis por essa maravilhosa Graça que nos foi dada por tão alto preço e cuidemos , zelemos, cultivemos a verdade simples, mansa e revolucionária de Cristo.



19 comentários:

disse...

Maravilho. É graça sobre graça. Cristo nos chamou a liberdade. Glória a Deus. paz maninha!

João Carlos disse...

Dri, você assistiu "O Quarto Sábio"???

Em uma determinada parte do filme, Artaban (o fictício quarto sábio da trama) se cansa da ingratidão de Orontes, seu escravo, e lhe concede a liberdade.

Mesmo tendo vivido décadas com seu senhor, ele não se dá de rogado e vai embora.

Ao começar a lidar com as responsabilidades da liberdade, ele se questiona:

"Caramba, ser livre não é uma tarefa assim tão fácil, exige muita responsabilidade..."

Falei com minhas palavras, mas esta crise que Orontes entrou define bem como muitas pessoas se sentem ao ter seu encontro com a Graça libertadora de Jesus.

Sem senhores, apenas UM SENHOR. Sem cobranças, apenas um caminhar junto. Para muitos, isso é demais. Como viver sem alguém te cobrando, te norteando?

Como não ter alguém a quem culpar, a quem xingar quando algo dá errado?

Mas é isso que me encanta no Evangelho!!!

Bjs...

Jotacê.

Eduardo Medeiros disse...

Dri, taí, gostei...

Liberdade em Cristo pode também significar, a liberdade dos dogmas que impuseram a Cristo, que moldaram o Cristo.

Nada me interessa o "Cristo da glória" mesmo porque nem sei quem é essa tal de Glória...

Tudo me interessa o Jesus profundamente humano que revolucionou as extruturas da sua própria religião e nos legou a dádiva da possibilidade de nos tornarmos a cada dia, mais humanos. E de tão humano que foi, o viram como Deus (Boff).

p.s. Porque se diz sempre "Lei de Moisés" se de fato, segundo o pentatêuco, a Lei foi dada por Deus? É só prá refletir...

beijos, minha psicóloga favorita.

disse...

Tu ta falando pra ela ou para mim abençoado?? da um tempo hein, ve se erra viu? quer falar de lei vamos la pro meu blog ok

Regina Farias disse...

Oi, Dri

Texto lúcido e sempre oportuno pois vejo muito equívoco em relação a esse termo "liberdade em Cristo".

Lidar com tal liberdade num é pra menino não... por isso que não é fácil, tem que ser adulto.

Beijo,

R.

PENSADOR COMPULSIVO disse...

Adriana,

Retribuindo sua visita, parabéns pelo blog.

Já estou te seguindo.

Abraços

Olavo

Eduardo Medeiros disse...

Rô, tu tá com mania de perseguição menina??? rssssss

Drica, quero você lá na minha Sala comentando!!!!!

Adriana disse...

Amigos,

agradeço a generosidade e o carinho de todos.
Ninguém me chama de Dri, só aqui neste espaço, eu fico encantada.
Peço desculpas pela ausência nos comentários, e nas visitas aos blogs amigos. Como estou em trânsito a rotina fica alterada, mas em breve pagarei minhas "dividas".

abraços

Maria Simone disse...

Achei muito apropriado seu texto... mas uma coisa me grilou. Quando você diz que só seremos iguais a Cristo na Glória!
Sabe, pelo pouco que conheço do evangelho, tenho certeza que para irmos para a Glória e nos encontrarmos com Cristo um dia, teremos que ser iguais a ele aqui, na terra, senão ele não nos teria dito: se creres farás milagres maiores dos que eu fiz. E também ele disse: tende bom ânimo, eu venci o mundo vós vencereis também.
Por essas e outras palavras e conselhos deixados por Jesus Cristo, temos à certeza que é aqui na terra que precisamos ser iguais.
Na Glória seremos como ele está agora, incorruptíveis, se, primeiro vencermos como ele venceu aqui na terra, o mundo, o pecado.
Na Glória, só teremos gozo.
Era só isso.

Eduardo Medeiros disse...

"Em trânsito"? Você é militar???

Adriana disse...

Eduardo,

não sou militar, mas fico zanzando de cidade em cidade.

abraço

Cláudio Nunes Horácio disse...

Lindo, lindo que ficou seu blog. Adorei kkkk. O texto tbm é ótimo.

David Santos disse...

Olá Adriana, muito obrigado peala visita e elogios. Voltarei aqui para saborear seus escritos com mais calma. Já estou seguindo tbem.

Abraço.
David Santos

Pelos caminhos da vida. disse...

Vc já visitou esse blog aqui:

http://meninaspoderosasdoblog.blogspot.com/

Ainda não! Está esperando o que?

Vc vai gostar!

beijooo.

O Pastor disse...

Muito bom o texto adriana.
Desculpe a ausencia, mas agora estou de volta na ativa.
PAZ.

Unidos em Cristo disse...

Muito legal, será que somos loucos?

Livres da desgraça, pela graça de Jesus.

Um abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Feliz Metade do Ano!

Ótima tarde.

beijooo.

Tomai e Comei: Aqui nasce um novo reino. disse...

Obrigado por me convidar a refletir. Liberdade é a palavra chave. Toda a história do ser humano está relacionada com esta busca. Na Bíblia encontramos o caminho para esta liberdade. Moisés liberta o povo da escravidão dos egípcios. Percebeu-se mais tarde que o povo continuava escravo da posse, do dinheiro, do poder. Jesus veio novamente libertar, desta vez de uma forma completa. Introduziu o ser humano para dentro de um mundo sem posses, que deveria ocupar o mundo todo e formar um reino eterno. A perseguição, no entanto, não permitiu que essa ideia avançasse na prática. Mas a mensagem chegou até nós. Penso que agora está tudo pronto para que a parte que foi esquecida Lc 14,33 seja também aos poucos observada.
Só assim, Adriana, você e todos nós alcançaremos junto dele a liberdade completa.
Graça e Paz!

Papo de Mané disse...

Excente abrordagem. Parabéns!! A liberdade é uma realidade inconstestável à todos quantos verdadeiramente estejando desfrutando da GRAÇA de serem do Evangelho de Jesus Cristo. Somente nesse Evagelho (que é a Verdade) podemos ser verdadeiramente livres. Gente como gente deve ser!
Forte abraço!

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB