Saramago morreu, já foi tarde

sexta-feira, 18 de junho de 2010



É o que dirão alguns pretensos seguidores de Jesus, se não dizem, pensam assim.

SARAMAGO É O INIMIGO EM FORMA DE GENTE, DIRIAM OUTROS.

Ateu e integrante do Partido Comunista Português, o escritor nasceu em 1922, em Azinhaga, uma aldeia ao sul de Portugal, numa família de camponeses. Sempre provocador , censurado pela igreja romana e criticado pelos protestantes. Seus livros em geral desafiam a fé.

"Ajuda ao Haiti

Saramago relançou em janeiro deste ano nova edição do livro A Jangada de Pedra, que tem toda a sua renda revertida para as vítimas do terremoto no Haiti. O relançamento da obra foi resultado da campanha "Uma balsa de pedra a caminho do Haiti", que do integralmente os 15 euros que custará o livro (na União Europeia) ao fundo de emergência da Cruz Vermelha para ajudar o Haiti.

Em nota, Saramago havia explicado que a iniciativa é da sua fundação e só foi possível graças à "pronta generosidade das entidades envolvidas na edição do livro"."


Saramago, você não foi salvo por sua caridade e por suas obras, contudo eu não posso te jogar no inferno.

Apesar de toda a descrença, ainda assim você pode ser exemplo para os seguidores de Jesus

http://alanbrizotti.blogspot.com/2010/01/haiti-onde-esta-poderosa-igreja.html


16 comentários:

João Carlos disse...

Existe um texto em ! Pedro 4:7-8 que muito me intriga:

"Mas já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração; tendo antes de tudo ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados"...

E agora José?????

João Carlos disse...

Tá ai: Se eu postar o poema de Drummond vão achar que é o cumprimento de uma profecia???

Regina Farias disse...

Dri

Como eu falei agora há pouco na minha lista de e-mail:

Ele era ateu mas Deus não tem problemas de ego, auto-estima rss, nem era mesquinho pra agora lançar sua vingancinha he he he.

Eu, particularmente, arrisco em dar meu pitaco dizendo que "sou mais" a doença de alma de gente como ele do que a dos salvos que usam o Santo Nome em vão.

No mais, vou deixar pra ler os previsíveis clichês a ele dirigidos, pro bem e por mal rss

bj

R.

Adriana disse...

João queridão,

Pois é maninho, com teologia ou sem teologia, eu não sou besta de meter a mão nesta cumbuca.

Regina,

fiquei besta com o que vc escreveu, resumiu brilhantemente.


abraços

Eduardo Medeiros disse...

"Quem salva uma alma, salva o mundo inteiro"

Saramago salvou uma alma com o seu gesto? Então ele salvou o mundo inteiro, coisa que a teologia não permitiu Jesus fazer.

beijos

disse...

Quem sabe diriam assim: O único escritor português a ser laureado com o prêmio Nobel de literatura. Autor que denunciou a cegueira humana, também admitiu a sua própria, ao negar a Deus, o direito de existir. Muito forte não acha? mas também penso assim, se foi salvo ou não... não meto a mão nesta cumbuca como disse Adriana, mas Deus existe!

Adriana disse...

Rô,

li no profetirando:

Como todo ateu convicto, Saramago chegou aqui no Céu, olhou para Mim e gritou “eu não acredito no que estou vendo”. (O Criador)

abraço

Isaias disse...

Haha, quase me assustasses com o título do post. Mas eu sabia que aquilo não tinha como ser a tua opinião.

O amor é O grande mandamento. Se o Saramago não cria em Deus (ou achava que não cria), isso é um problema(?) dele com Deus... Pior que isso era ele ser comunista!! (risos)

Meus Deus, o cara morre eu fico aqui fazendo piada, tsc tsc...

Beijos.

Adriana disse...

Queridão,

quantos estão dando graças a Deus, por esta partida?

Tem um amigo da familia que preferia ver o diabo do que Saramago.

Zé Luís disse...

Olá.

Tava pensando escrever algo a respeito, mas você sintetizou bem.

Temos "ateufobia", não gostamos de gente que desafia nossas "sólidas" com inteligência.

Parece dor de cotovelo: "Um ateu brilhante, que coisa chata..."

Daqui a pouco aparece um testemunhando que ouviu de um primo do vizinho da faxineira dele que um pastor apareceu lá e ele aceitou Jesus no último segundo...

Que coisa

Parabéns pelo texto

Adriana disse...

Oi Zé,

O Saramago disse "A morte é a inventora de Deus", sabe lá o que se passava naquela cabecinha abençoada, que insistia em denunciar a religião como algo nocivo a humanidade.
Será que ao negar ele não acabou encontrando??
Não sei se ele realizou o ato de levantar a mãozinha dizendo que aceita Jesus, fazendo a "mágica" acontecer.
Só sei que ele levou uma vida monotemática e a antitese que neste caso é Deus, é mais poderosa, inimaginável e criativa possível.

abraço

Isaias disse...

Ô Zé, mas toda moeda tem dois lados. Tem ateu burro e fundamentalista tanto quanto evangélico burro e fundamentalista. A Dri sabe do que eu estou falando, né amiga?

disse...

é minha amiga, só nega algo a alguém que exista né?? srsr pode SER.

Cláudio Nunes Horácio disse...

Olha, eu detestei tudo o que li dele, mas não foi muito. Não conheço a vida dele, mas uma coisa eu sei: ele pode não ter acreditado em Deus, mas Deus certamente acreditou nele assim como acredita em todos nós.

Crê tanto em nós que deu Jesus para salvar a todo aquele que crê, seja isso declarado em palavras ou não.

Todo bem provem de Deus e isso num é elaboração mental, é pé na estrada vivendo o bem. Se doava dinheiro ou tempo ou o que for pra quem for, receberá sua recompensa.

Agora, a gente querer saber pra onde ele foi pra mim já é ultrapassar em muito as fronteiras estabelecidas por Deus pra nós. Se soubéssemos não sofreríamos sustos tremendos conforme lemos em Mateus 25.31-46, tem gente que é de Jesus que nem sabe disso.

Adriana disse...

Claudio,

Mano querido, é assim que eu creio e agradeço por Ele não ter esquecido de mim no momentos onde questionei e duvidei tudo.

abraço

Helen Araujo disse...

Só tenho uma coisa a dizer: Game over. Chegou ao fim a vida de um homem cético e gozador de Deus. Se foi salvo ou não, não me atrevo a opinar, mas sei que de Deus não se zomba!

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB